Odonto Sia | Clareamento
431
page-template-default,page,page-id-431,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-16.7,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive,elementor-default,elementor-page elementor-page-431
 

Clarea
mento

O clareamento dental a laser consiste na remoção das pigmentações dentais, realizado  através de aparelhos com raios laser, é indicado para pessoas que tenham dentes amarelados e queiram melhorar sua aparência.

 

Tire suas dúvidas sobre clareamento dental

Sim. Qualquer pessoa pode ter seus dentes clareados, desde que eles estejam íntegros, sem muitas restaurações.

As moléculas dos géis oxidantes (liberadores de oxigênio) penetram na intimidade do esmalte e da dentina, liberando oxigênio que, por sua vez, “quebra” as moléculas dos pigmentos causadores das manchas.

Os dentes podem ser clareados através de géis ou pastas oxidantes (liberadores de oxigênio) de duas maneiras:

1. No consultório: O dentista isola os dentes (com um lençol de borracha) para proteger a gengiva e aplica um agente oxidante forte.

2. Em casa (doméstico): O paciente, sob a orientação do dentista, leva um gel oxidante de menor concentração, para usar diariamente em casa.

O clareamento dental doméstico apesar de mais lento é mais seguro e eficaz, pode resolver todos os casos e é o mais utilizado.

Não se recomenda clarear os dentes sem orientação profissional. Seja no consultório seja em casa, sempre deve haver monitoramento do(a) Dentista.

Sim. Como outros produtos e medicamentos usados na Medicina e Odontologia, se usados corretamente conforme orientação, os produtos usados no clareamento não promovem nenhum prejuízo à saúde geral.

Essa informação não tem fundamento. Tanto que a FDA (Food and Drug Administration) e a ADA (American Dental Association) aprovam o uso de peróxidos em cremes dentais, que são usados indiscriminadamente pela população. Essas entidades também não desaprovam o uso de clareadores dentais, desde que supervisionado por dentistas.

Não, desde que o paciente faça tratamento supervisionado e não use produtos vendidos pela TV ou em supermercados.

O dentista confecciona uma moldeira individualizada que cobrirá somente a superfície dental, evitando, assim, que o agente clareador tenha contato direto e contínuo com a gengiva.

Importante: Qualquer lesão e sensibilidade devem ser imediatamente comunicadas ao dentista.

Não. A estrutura dental não é afetada.

Não. Mas o paciente precisa saber que talvez tenha de trocar ou retocar as restaurações antigas: uma vez que as restaurações não sofrem ação dos clareadores, parecerão mais escuras frente aos dentes clareados, causando desarmonia estética.

Sim. Não há contra-indicação específica quanto à idade.

A partir dos 10 anos, é aceitável.

Deve fazer:

1. Seguir as orientações do dentista.

2. Retirar o dispositivo de clareamento dentário 1 hora antes das refeições e reiniciar 1 hora após.

3. Observar os dentes diariamente no espelho, monitorando o progresso do clareamento.

4. Guardar o dispositivo, para o caso de necessitar de manutenção.

Não deve fazer:

1. Fumar durante o tratamento.

2. Tomar café, chá, Coca-Cola em excesso.

3. Escovar os dentes logo após retirar o dispositivo.

4. Emprestar o produto para outras pessoas.

Quanto tempo dura o tratamento doméstico?

Dura de 7 a 10 dias, usando-se durante todas as noites.

Pode haver variações a depender do grau de escurecimento e de quanto se deseja clarear.

Sim. Mas nunca como era antes.

Após 1 a 2 anos, pode haver a necessidade de uma manutenção no clareamento dental, que é feita em 2 ou 3 noites.

Por precaução, deve-se evitar o clareamento dental em gestantes e lactantes.

Faça seu Orçamento

Nosso atendimento é de segunda a sexta,
das 09h às 19h – Sábado, 09h às 14h.
Se preferir ligue: (61) 3234-9661
Nosso WhatsApp